Chefe dos direitos humanos da ONU vai encontrar Maduro e Guaidó na Venezuela

Michelle Bachelet, alta comissária do órgão, fará reuniões com vítimas de violações dos direitos humanos e representantes do governo e da oposição

  • Por Jovem Pan
  • 14/06/2019 16h00 - Atualizado em 14/06/2019 16h08
Divulgação/ONUMichelle Bachelet vai visitar a Venezuela entre 19 a 21 de junho

A alta comissária da Organização das Nações Unidas (ONU) para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, vai encontrar  Nicolás Maduro e Juan Guaidó. Segundo o órgão, a visita ao ditador e ao autoproclamado presidente da Venezuela acontecerá entre os dias 19 a 21 de junho.

Além do encontro com os líderes, os assessores de Bachelet afirmaram, nesta sexta-feira (14), que a chefe da ONU também visitará ministros e altos funcionários do governo chavista, o Supremo Tribunal de Justiça, o Procurador Geral da República e o Procurador de Justiça.

Bachelet irá, ainda, se reunir com integrantes da oposição (os apoiadores de Guaidó) e com a população em geral. De acordo com a nota da equipe da ONU, a alta comissária encontrará “vítimas de abusos e de violações dos direitos humanos”, como também os parentes dessas pessoas.

Há dois meses, membros do órgão estiveram no país e também realizaram reuniões com líderes da sociedade civil, representantes da oposição e do partido no poder em preparação para a visita. “Temos que ir de forma neutra para conversar com todas as partes, não fazer parte de nenhuma estratégia”, declarou o Alto Comissário na época.

Em setembro de 2018, o Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas aprovou uma resolução solicitando que o Escritório do Alto Comissariado para os Direitos Humanos preparasse um relatório “abrangente” sobre a situação dos direitos humanos na Venezuela. A ONU também pediu ao governo venezuelano que colaborasse com o Escritório de Direitos Humanos e com o restante dos mecanismos do Conselho.

*Estadão Conteúdo