Cinquenta civis ucranianos são evacuados de siderúrgica sitiada em Mariupol

Grupo separatista diz que, ao todo, 176 pessoas já foram retiradas da siderúrgica Azovstal

  • Por Jovem Pan
  • 07/05/2022 18h37
Andrey BORODULIN / AFP MAriupol Siderúrgica estava sitiada há dias em meio a ataques russos

Em torno de 50 mulheres, crianças e idosos foram evacuados de Mariupol, na Ucrânia, após dias de bombardeios russos. O grupo estava sitiado na siderúrgica Azovstal. No início do domingo (horário local), a vice-primeira-ministra da Ucrânia confirmou a retirada dos civis apesar dos oficiais militares alegarem um ataque russo em andamento. “Esta parte da operação humanitária Mariupol acabou”, escreveu Iryna Vereshchuk no Telegram. A siderúrgica era o último reduto das forças ucranianas na cidade. Os civis ficaram presos por semanas em bunkers e túneis profundos. Ao todo, 176 civis já foram retirados da usina, segundo o grupo de separatistas. O prefeito da cidade informou que 200 pessoas estavam no local.