Colégios eleitorais são abertos na Argentina para eleições presidenciais

  • Por Jovem Pan
  • 27/10/2019 08h32 - Atualizado em 27/10/2019 12h29
EFEA expectativa é que 33,8 milhões de pessoas depositem os votos nas urnas, para escolher entre um dos seis candidatos na corrida presidencial

Os colégios eleitorais da Argentina foram abertos neste domingo (27), às 8h (hora local e de Brasília), para os pleitos gerais, em que poderão ser escolhidos presidente e vice-presidente, e será renovada parcialmente a composição do Congresso do país.

A expectativa é que 33,8 milhões de pessoas depositem os votos nas urnas, para escolher entre um dos seis candidatos na corrida presidencial, que buscam um mandato de quatro anos, que começará no dia 10 de dezembro deste ano.

Os eleitores têm a opção de escolher entre Roberto Lavagna, Nicolás del Caño, José Luis Espert e Juan Centurión. Mas a principal disputa ocorre entre Mauricio Macri, que busca a reeleição, e Alberto Fernández, que tem a ex-presidente Cristina Kirchner como vice.

Cerca de 100 mil agentes públicos de segurança, entre homens do Exército e da polícia, estão nas ruas, para garantir a tranquilidade nas 14.546 escolas de todo o país, que recebem as 100.185 mesas de votação, até às 18h.

*Com informações da EFE