Coletes amarelos voltam a protestar contra presidente francês em Paris

  • Por Jovem Pan
  • 19/01/2019 13h55
EFEMilhares de pessoas participaram do ato, que seguiu até o túmulo de Napoleão

Milhares dos chamados coletes amarelos voltaram a se reunir neste sábado (19) em várias cidades da França. Este é o décimo fim de semana consecutivo de protestos contra o desemprenho do presidente Emmanuel Macron à frente do país.

Nesta semana, Macron lançou o que chamou de debate nacional com o objetivo de acalmar os ânimos de manifestantes. Os protestos começaram com um aumento no preço de combustíveis autorizado pelo governo francês, no ano passado.

Em Paris, grupos marcharam até monumento Invalides, onde fica o túmulo de Napoleão, para lembrar pessoas mortas em acidentes de trânsito e centenas de feridos desde o início das passeatas, em 17 de novembro de 2018.

A polícia foi criticada por manifestantes pelo uso de projéteis de borracha, que deixaram dezenas de pessoas feridas. Nos Invalides, havia faixas com os dizeres “Cidadãos em perigo” e placas em forma de caixão, em memória dos mortos.

Cinco mil policiais foram mobilizados na capital, principalmente em torno dos prédios do governo e na Avenida Champs-Elysées, que recentemente foi palco de violência . Cerca de 80.000 policiais foram espalhados por todo o país.

A marcha foi pacífica na capital francesa no início do dia.

À tarde, 12 pessoas foram presas, conforme dados da polícia de Paris.

*Com informações do Estadão Conteúdo