Colômbia diz que acusação de Maduro carece de base

  • Por Agência EFE
  • 05/08/2018 10h54 - Atualizado em 05/08/2018 10h56
Agência EFESete militares ficaram feridos na tentativa de atentado ao presidente venezuelano Nicolás Maduro, em Caracas

A Presidência da Colômbia assegurou, no último sábado (4), que carece de base a afirmação do líder venezuelano, Nicolás Maduro, de que o chefe de Estado colombiano, Juan Manuel Santos, é o responsável do suposto atentado contra ele em Caracas.

“Isso não tem base. O presidente está dedicado ao batismo da sua neta, Celeste, e não a tombar governos estrangeiros”, disse a jornalistas uma fonte da Presidência colombiana.

Maduro disse que Santos, que deixará o poder na próxima terça-feira, está por trás do suposto atentado contra si que aconteceu em um ato público com militares em Caracas, e afirmou que já foram capturados alguns dos autores materiais.

“Esclarecemos a situação em tempo recorde, e se trata de um atentado para me matar, tentaram me assassinar e não tenho dúvida de que tudo aponta para a direita, a extrema-direita venezuelana em aliança com a extrema-direita colombiana e que o nome de Juan Manuel Santos está por trás deste atentado, não tenho dúvidas”, disse Maduro.

O presidente da Venezuela fez a declaração em pronunciamento em rede obrigatória de rádio e televisão, três horas depois do incidente no qual ficaram feridos sete militares.