Coreia do Norte reporta mais seis mortes e quase 270 mil novos casos de Covid-19

País anunciou a primeira infeção na última quinta-feira, 12, quando declarou ‘emergência máxima’ nacional, com início do confinamento em todas as cidades

  • Por Jovem Pan
  • 17/05/2022 05h47 - Atualizado em 17/05/2022 05h53
KCNA/via REUTERS kim jong-un Coreia do Norte é comandada pelo ditador Kim Jong-un

A Coreia do Norte anunciou seis novas mortes e quase 270 mil casos potencialmente ligados à Covid-19. Desde o início do surto de infecções, o país já acumula 56 óbitos e mais de 663 mil pessoas em tratamento da doença. Segundo a sede estadual de emergência, nesta segunda-feira, 16, 269.510 cidadãos apresentaram sintomas característicos da doença, como febre. No entanto, a avaliação é que o número de infectados pode ser ainda maior, uma vez que a Coreia tem pouca capacidade de testagem do coronavírus.

A agência estatal informou que “por ordem especial da Comissão Militar Central do Partido dos Trabalhadores da Coreia, o braço médico do Exército Popular mobilizou com urgência suas forças poderosas em todas as farmácias da cidade de Pyongyang e começou a fornecer medicamentos sob 24 sistema de serviço de horas”, diz comunicado. Na última quinta-feira, a Coreia do Norte anunciou a detecção do primeiro caso de Covid-19 desde o início da pandemia, declarando a “emergência máxima” nacional e instando o confinamento “todas as cidades e concelhos”.

*Com EFE