Coreia do Sul diz que Kim Jong-un não passou por cirurgia

  • 06/05/2020 10h22
Divulgação/Korean Central News AgencyPara a Coreia do Sul, Kim Jong-un não passou por cirurgia

O Serviço Nacional de Inteligência da Coreia do Sul (NIS) afirmou que o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, não se submeteu a nenhuma cirurgia recentemente. Nas últimas semanas, a imprensa de todo o mundo especulou sobre uma possível intervenção cirúrgica do ditador, e alguns veículos chegaram a confirmar a morte dele.

A informação, segundo a agência de notícias sul-coreana Yonhap, foi dada pelo parlamentar Kim Byung-kee após participar de uma sessão da comissão de inteligência do Congresso, que contou com a participação do diretor do NIS, Suh Hoon.

A imprensa oficial norte-coreana publicou imagens de Kim Jong-un durante a inauguração de uma fábrica, depois de 21 dias sem aparições públicas. A especulação era de que o ditador teria passado por uma cirurgia no coração e, por isso, estava recolhido.

Os representantes do NIS disseram no encontro da comissão de que um procedimento cardiovascular poderia requerer de quatro a cinco semanas de recuperação, enquanto a ausência de atos públicos durou três semanas.

A inteligência sul-coreana, no entanto, destacou que Kim fez 17 aparições neste ano, de acordo com a imprensa oficial norte-coreana. O número é considerado muito baixo, por isso, não se descarta que haja ligação com a pandemia da Covid-19.

*Com EFE