Coreia do Sul: Seul manterá restrições após novos surtos da Covid-19

  • Por Jovem Pan
  • 12/06/2020 09h29
EFE/ Fernando BizerraA Coreia do Sul tem um total de 12.003 infecções por Covid-19 e 277 mortes pela doença, então o vírus tem uma taxa de mortalidade de 2,31% no território

Após novos surtos da Covid-19 na região em torno de Seul, autoridades da Coreia do Sul anunciaram nesta sexta-feira (12) que manterão as restrições de isolamento social. A decisão foi anunciada pelo ministro da Saúde, Park Neung-hoo em entrevista coletiva.

Neung-hoo alertou as medidas de distanciamento poderiam ser ainda mais rigorosas caso o número de novas infecções diárias da doença não diminua no país. “Se o número de novos casos não cair para um único dígito, iremos considerar a possibilidade de implementar um esquema de distanciamento social mais rígido”, explicou.

A Coreia do Sul registrou 56 novos positivos nesta sexta-feira, dos quais 42 foram todos detectados na região em torno da capital, onde 97% das novas infecções foram concentradas no último mês devido a surtos esporádicos.

O ministro pediu aos moradores desta região, que inclui as províncias de Seul, Incheon e Gyeonggi, a ficarem em casa, e lembrou que o movimento dentro da região não diminuiu, uma vez que as autoridades voltaram a intensificar as medidas de distanciamento.

A Coreia do Sul tem um total de 12.003 infecções por Covid-19 e 277 mortes pela doença, então o vírus tem uma taxa de mortalidade de 2,31% no território. Desde janeiro, o país realizou mais de um milhão de testes de PCR, o que significa que aproximadamente 1 em cada 50 sul-coreanos já foi testado.

*Com informações da EFE