Coronavírus: documentos indicam que Xi Jinping sabia do surto desde o começo do ano

O primeiro pronunciamento público de Xi Jinping foi em 20 de janeiro. O Partido Comunista, no entanto, afirma que o líder sabia do surto desde o dia 7 daquele mês

  • Por Jovem Pan
  • 17/02/2020 15h12
Mark Schiefelbein/EFEXi Jinping é o atual presidente da China

Documentos revelados pelo Partido Comunista da China indicam que o presidente chinês, Xi Jinping, tinha conhecimento sobre o surto do novo coronavírus desde o começo do ano. A informação é da CNN.

O primeiro pronunciamento público do presidente da China aconteceu em 20 de janeiro. Os documentos, no entanto, informam que o líder sabia do coronavírus desde o dia 7 de janeiro.

O vírus, classificado como Covid-19, já infectou mais de 70 mil pessoas na China e matou quase 1.800.

Ainda de acordo com a CNN, o partido divulgou um discurso interno do presidente com a intenção de mostrar que ele cuidava pessoalmente das ações sobre o surto. A notícia, no entanto, não pegou bem no resto do mundo. Não se sabe por quais motivos Xi Jinping tenha permanecido em silêncio durante duas semanas.

A revelação ainda levanta dúvidas se foi o governo central, e não as autoridades de Hubei, epicentro do surto, que hesitaram em agir rápido, permitindo que o vírus se espalhasse pela China e, posteriormente, por outros lugares do mundo, diz a CNN.

Ainda no início do surto, o médico chinês Li Wenliang foi um dos primeiros a alertar sobre o novo vírus e chegou até a receber uma reprimenda do governo do Wuhan, localizado na província de Hubei, acusado de “espalhar rumores online”.

Li Wenliang morreu no dia 6. Ele contraiu coronavírus de um paciente que tratava. A Organização Mundial da Saúde (OMS) chegou a afirmar, logo após a propagação do vírus, que confiava no governo chinês e acreditava na transparências dos dados do novo coronavírus.