Covid-19: Japão declara estado de emergência em Tóquio a três meses da Olimpíada

Kyoto, Osaka e Hyogo também registraram aumento no número de infecções pelo novo coronavírus; autoridades garantiram que as novas restrições não atrapalharão a organização do evento esportivo

  • Por Jovem Pan
  • 23/04/2021 16h31 - Atualizado em 23/04/2021 16h49
EFE/EPA/KIMIMASA MAYAMAFuncionários do governo de Tóquio seguram cartazes aconselhando as pessoas a irem para casa cedo devido à Covid-19

O Japão declarou nesta sexta-feira, 23, um novo estado de emergência em Tóquio, Kyoto, Osaka e Hyogo devido ao aumento no número de infecções pelo novo coronavírus. Dessa forma, a partir do próximo domingo, 25, os comércios que vendem bebidas alcóolicas, as lojas de departamento e alguns shopping centers deverão permanecer fechados. As medidas, que valem até o dia 11 de maio, também incluem a suspensão de algumas conexões ferroviárias e linhas de ônibus para limitar a circulação de pessoas na junção de quatro feriados durante a chamada “Golden Week”, quando muitos japoneses aproveitam para viajar. “Peço desculpas sinceramente por causar problemas para muitas pessoas novamente. Teme-se que o contágio nas grandes cidades se espalhe por todo o país se não tomarmos medidas”, afirmou o primeiro-ministro Yoshihide Suga ao anunciar o estado de emergência.

As autoridades locais destacaram que essas restrições de emergência não afetarão a organização dos Jogos Olímpicos de Tóquio, que acontecerão a partir do dia 23 de julho sem a presença de espectadores estrangeiros. Nesta quinta-feira, 22, o comitê organizador do evento confirmou o primeiro caso de Covid-19 relacionado à cerimônia de revezamento da tocha olímpica, em um policial que trabalhou no controle do tráfego quando a chama passou por Naoshima. Os responsáveis reiteraram o seu compromisso de trabalhar com as autoridades médicas japonesas para “adotar as precauções necessárias e organizar um revezamento da tocha seguro”, que em algumas etapas teve a presença do público vetada para evitar aglomerações.