Crise na Venezuela: 85 militares desertaram na Colômbia em 24h

  • Por Jovem Pan
  • 27/02/2019 16h17
EFE Pontes que ligam a Venezuela à Colômbia têm sido bloqueadas por forças aliadas ao ditador Nicolás Maduro

Pelo menos 85 militares da Venezuela desertaram e entraram em território colombiano nas últimas 24 horas. Com isso, 411 membros das forças armadas já cruzaram a fronteira desde o último sábado (23), conforme divulgado nesta quarta-feira (27).

A maior parte desses militares (328) se apresentou à delegação regional de migração da Colômbia que abrange a região de Santander e Norte de Santander, cuja capital é Cúcuta, cidade que tem a principal passagem fronteiriça para a Venezuela.

O diretor-geral de Migração da Colômbia, Christian Krüger, explicou na terça (26) que alguns militares chegam ao país com uniforme e armamento, enquanto outros aparecem como civis e, em algumas ocasiões, acompanhados por familiares.

Por isso, Krüger comentou que diante dessa situação várias entidades colombianas estão trabalhando “eficientemente e rapidamente” em cada um dos casos, que serão atendidos individualmente. Todos os militares fizeram pedidos formais de refúgio.

As deserções começaram no sábado passado, quando um grupo de voluntários tentou levar à Venezuela a ajuda humanitária coletada por uma coalizão internacional e que procura aliviar a grave crise social, econômica e política que vive o país.

*Com informações da EFE