‘Nossa ação foi para parar uma guerra, não para começar’, diz Trump sobre ataque contra o Irã

  • Por Jovem Pan
  • 03/01/2020 17h27 - Atualizado em 03/01/2020 17h35
EFE/EPA/OLIVER CONTRERASDonald Trump fez um discurso sobre a morte de Qassem Soleimani

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que o ataque americano que matou o general iraniano Qassem Soleimani, nesta quinta-feira (2), foi feito para impedir uma guerra. Em pronunciamento na tarde desta sexta-feira (3), Trump disse que a ofensiva deteve um ataque iraniano.

“Nós fizemos uma ação na noite passada para parar uma guerra, não para começar”, garantiu o presidente americano. Ele comemorou a morte de Soleimani afirmando que o “reino de terror acabou”. Trump lembrou que as Forças Quds, sob o comando do general, mataram vários americanos.

Ainda segundo o presidente americano, Qassem Soleimani estava tramando para matar diplomatas americanos no Oriente Médio. Por isso, ele decidiu conduziro o ataque contra o general nesta quinta-feira.

No curto discurso, Donald Trump ainda disse que os Estados Unidos estão prontos para tomar “qualquer ação necessária” contra o Irã, mas não buscam mudar o regime do país. Mais cedo, o líder supremo do país asiático, Ali Khamenei, prometeu uma resposta dura aos americanos.