Eduardo Kobra pinta mural em Nova York em homenagem ao atentado terrorista de 11/9

  • Por Jovem Pan
  • 11/09/2018 16h27 - Atualizado em 11/09/2018 16h32
Reprodução Facebook Foto de bombeiro que repercutiu após atentado foi usada como inspiração

O artista brasileiro Eduardo Kobra inaugurou um mural na manhã desta terça-feira, 11, em Nova York, Estados Unidos, em homenagem aos bombeiros que trabalharam no atentado terrorista de 11 de setembro de 2001. O ataque está marcando 17 anos.

A obra, localizada na rua 49 na altura da terceira avenida, mostra um bombeiro de joelhos, com a cabeça baixa em sinal de respeito, segurando um machado. A pintura remete a uma foto tirada dias depois da tragédia que repercutiu após a queda das torres.

O site da Associação de famílias das vitimas do 11 de setembro afirma que o artista está pintando um segundo mural relacionado ao ataque terrorista.

Em entrevista ao jornal “New York Post”, Kobra disse que a imagem “conseguiu transmitir todo esse sentimento, por causa da posição em que ele estava. O lamento, a sensação que o bombeiro demonstrou. Ele estava lutando por algo muito difícil”.

Em um post em suas redes sociais, o brasileiro escreveu e nomeou o mural como: “Bravos do 11 de setembro”.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

The Braves of 9/11 ! Bravos do 11 de Setembro 2001 #neverforget #fdny 780 Third Avenue

Uma publicação compartilhada por Eduardo Kobra (@kobrastreetart) em

Relembre o atentado

No dia 11 de setembro de 2001, quatro aviões foram sequestrados, usados como armas por terroristas da al-Qaeda. Dois foram lançados contra o centro econômico de Manhattan, World Trade Center, um se chocou contra a fachada oeste do Pentágono, em Washington, e outro foi jogado contra o solo de um campo vazio de Shanksville, na Pensilvânia. Quase três mil pessoas de dezenas de nacionalidades – a maioria americana – morreram. Mais de 1.100 vitimas, 60% dos mortos, ainda não foram identificadas.