Em fuga, ucranianos encaram congestionamento e lotam fronteiras com países vizinhos

Fluxo nas fronteiras com Hungria e Romênia aumentou na manhã desta quinta-feira, 24, horas após o início da invasão russa

  • Por Jovem Pan
  • 24/02/2022 10h30
GENYA SAVILOV / AFP) Trânsito na saída de Kiev População tenta deixar a capital Kiev com medo da escalada de conflitos militares

Temendo uma escalada na invasão das tropas da Rússia, milhares de ucranianos tentam deixar a capital Kiev e o país indo para nações vizinhas. Com isso, foram formados enormes congestionamentos e um grande fluxo na fronteiras. O Serviço de Guarda de Fronteiras da Ucrânia informou que o fluxo de carros na fronteira com países vizinhos aumentou, sendo que Romênia, Hungria e Polônia são os locais mais visados. Na fronteira com a Romênia, o posto de controle ucraniano registra aproximadamente 250 veículos, enquanto que na Hungria são registrados 150 veículos. Na entrada para a Polônia, existem entre 70 e 120 carros esperando para entrar no país, enquanto que na fronteira com a Eslováquia foram contabilizados 50 carros aproximadamente. “Deve-se notar que atualmente não há restrições à saída de cidadãos ucranianos para o exterior, exceto conforme previsto em lei”, diz o serviço.

Na capital Kiev a situação também é de desespero. Depois da primeira onda de ataques à capital, milhares de moradores tentam deixar a cidade em seus carros, o que causou enormes congestionamentos. Filas para saque de dinheiro em caixas eletrônicos e em supermercados também foram registradas nas primeiras horas desta manhã. Uma parte da população está buscando abrigo dos bombardeios em estações do metrô. A embaixada brasileira em Kiev pediu para que os brasileiros ainda não deixem a cidade, uma vez que encontrarão dificuldades geradas pelo grande fluxo para fora da capital.