Embaixador da Venezuela na ONU defende Maduro: ‘Tentativa de governo fantoche fracassou’

  • Por Jovem Pan
  • 30/04/2019 16h35
Miguel Gutiérrez/EFE"O governo dos Estados Unidos considera a Venezuela parte de sua propriedade e constantemente faz uma guerra, usando agentes internos. Foi uma tentativa perigosa de golpe", afirmou Moncada. 

O embaixador da Venezuela na ONU, Samuel Moncada, afirmou na tarde desta terça que o país se encontra em perfeita normalidade em todo o seu território nacional.

Discursando para uma sala esvaziada em Nova York,  Moncada afirmou que o ditador Nicolás Maduro — a quem ele chama de presidente — tomou todas as medidas necessárias para restabelecer a ordem. Segundo o embaixador, os conflitos que tomaram conta do país desde a manhã desta terça são parte de uma “tentativa criminosa e perigosa de golpe, apoiada pelo governo dos EUA”.

“O governo dos Estados Unidos considera a Venezuela parte de sua propriedade e constantemente faz uma guerra, usando agentes internos. Foi uma tentativa perigosa de golpe”, afirmou Moncada.

Ainda em seu discurso, o embaixador da Venezuela disse que o autoproclamado presidente do país, Juan Guaidó, não conta com o apoio da maioria dos venezuelanos. “É um governo fantoche. Simplesmente um braço dos EUA na Venezuela”

Conflitos

Centenas de venezuelanos tomaram as ruas de Caracas, nesta terça-feira (30), para mostrar apoio ao presidente do parlamento e autoproclamado presidente interino, Juan Guaidó, e aos militares que se rebelaram com ele contra o governo de Nicolás Maduro. Guaidó anunciou  que “a família militar deu o passo, uma vez por todas”, para se unir à oposição.

Além de bloquear as ruas, as pessoas que apoiam a queda do regime chavista interpelavam quem estavam a caminho do trabalho e as incentivavam a aderir aos protestos e aos bloqueios. Há registros, no entanto, de confrontos entre opositores e forças do governo, com bombas de gás contra os presentes.