Erdogan quer ganhar eleições na Turquia para “dar uma lição ao Ocidente”

  • Por Agência EFE
  • 17/06/2018 15h57
Agência EFE"O Ocidente espera ver como Erdogan é derrubado. Estamos preparados para dar uma lição necessária? Até hoje, sempre demos", disse o líder

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, pediu neste domingo (17) o voto para permanecer no cargo nas eleições de 24 de junho e poder assim “dar uma lição ao Ocidente” que, assegura, espera ver sua queda.

“O Ocidente observa 24 de junho. O Ocidente espera ver como Erdogan é derrubado. Estamos preparados para dar uma lição necessária? Até hoje, sempre demos”, disse o líder em um comício em Istambul.

Centenas de milhares de seguidores do presidente e do partido que fundou há 17 anos, o islamita Justiça e Desenvolvimento (AKP), se reuniram na esplanada de Yenikapi, na parte europeia de Istambul, no até agora mais grande comício de Erdogan da campanha.

O político islamita, primeiro-ministro da Turquia entre 2003 e 2014, e presidente desde então, disputa não só a reeleição, mas também corroborar o apoio à sua visão de uma Turquia dirigida por um chefe de Estado sem quase controle do Congresso, e sem primeiro-ministro.

Se não superar 50% dos votos no domingo, terá que enfrentar seu rival mais próximo, que deve ser social-democrata Muharrem Ince.

Erdogan, prefeito de Istambul entre 1994 e 1998, lembrou como melhorou a então caótica cidade e pediu o voto para continuar com projetos extremamente ambiciosos, como a construção de um segundo Bósforo, ideia que vem impulsionando há vários anos.

“Istambul é o centro do mundo. Servir para esta cidade é servir para o mundo “, disse.