Espanha permitirá entrada de vacinados de fora da União Europeia a partir de junho

Viajante precisa ter recebido um dos imunizantes aprovados pelo bloco ou pela OMS, que por enquanto são o da Pfizer-BioNTech, AstraZeneca-Oxford, Johnson & Johnson, Moderna e Sinopharm

  • Por Jovem Pan
  • 21/05/2021 10h47 - Atualizado em 21/05/2021 15h51
EFE/Miguel Barreto/ArchivoAs Ilhas Baleares, bastante dependentes do turismo, esperam retomar as suas atividades nesse verão com a volta dos viajantes estrangeiros

A partir de 7 de junho, a Espanha permitirá a entrada de qualquer pessoa vacinada contra a Covid-19, independente do país de procedência, desde que o imunizante recebido tenha sido aprovado pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA) ou pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Isso inclui as vacinas da PfizerBioNTechAstraZenecaUniversidade de OxfordJohnson & Johnson, Moderna e Sinopharm. É possível que a CoronaVac entre para a lista nos próximos meses, visto que a OMS já se comprometeu em avaliar o imunizante amplamente utilizado no Brasil em breve. O anúncio foi feito nesta sexta-feira, 21, pelo primeiro-ministro Pedro Sánchez. A reabertura espanhola acontece às vésperas do início da temporada de verão no Hemisfério Norte e representa uma tentativa de recuperar a indústria do turismo, amplamente afetada pela pandemia do novo coronavírus.