Espanha resgata 476 imigrantes em travessia no Mediterrâneo em dois dias

  • Por Estadão Conteúdo
  • 06/05/2018 10h50
Divulgação Divulgação/ Marina Italiana Segundo o serviço de resgate, os imigrantes foram salvos de 15 pequenos barcos entre sexta-feira e sábado, e não foram registradas vítimas

A Marinha espanhola informou ter resgatado do mar Mediterrâneo nos últimos dois dias 476 imigrantes que tentavam a arriscada travessia vindos de países da costa africana.

Segundo o serviço de resgate, os imigrantes foram salvos de 15 pequenos barcos entre sexta-feira (4) e sábado (5). Não foram registradas vítimas. De acordo com as autoridades o clima favorável no Estreito de Gibraltar parece ter incentivado as travessias marítimas.

Todo ano, milhares de imigrantes tentam chegar a Espanha e outros países do sul da Europa cruzando o Mediterrâneo em barcos de contrabandistas. A maior parte dessas embarcações é inadequada para mar aberto e naufraga, provocando a morte de grande parte de seus ocupantes.

Segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU), neste ano até o momento 615 imigrantes morreram tentando cruzar o Mediterrâneo. Nos primeiros quatro meses de 218 um total de 22 439 imigrantes atingiram a costa europeia, sendo que 4.409 aportaram na Espanha.