Estônia, Letônia e Lituânia expulsam 10 diplomatas russos

Países bálticos anunciaram a decisão coordenada nesta sexta-feira, 18, dois dias após a invasão completar contra a Ucrânia completar três semanas

  • Por Jovem Pan
  • 18/03/2022 11h49
SERGEI GUNEYEV/SPUTNIK/AFP Vladimir Putin Medidas contra diplomatas de Putin foi anunciada nesta sexta-feira, 18

Em meio aos ataques da Rússia contra  a Ucrânia, a Estônia, a Letônia e a Lituânia, que foram o grupo dos países bálticos, anunciaram a expulsão de 10 diplomatas russos. O anúncio foi feito nesta sexta-feira, 18, 23 dias após o início da invasão russa. “A Letônia expulsa três funcionários da embaixada russa por atividades contrárias a seu status diplomático e levando em consideração a agressão russa em curso na Ucrânia”, disse Edgars Rinkevics, ministro das Relações Exteriores da Letônia. O país anunciou que a decisão foi coordenada com a Lituânia, que expulsou quatro diplomatas, e a Estônia, que anunciou a expulsão de três representantes da Rússia. Países fazem fronteira com a nação comandada por Vladimir Putin e já pertenceram à União Soviética.

*Com informações da AFP