EUA afirmam que Otan irá fortalecer sua presença militar nos países Bálticos

Decisão foi tomada para ‘acalmar’ a região de uma possível invasão de Vladimir Putin; mais de 400 soldados serão enviados à Lituânia

  • Por Jovem Pan
  • 07/03/2022 16h01 - Atualizado em 07/03/2022 16h01
Susan Walsh / POOL / AFP - 01/02/2022 Anthony Blinken Secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, confirma o envio de soldados e caças aos países Bálticos

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, conversou com jornalistas durante a tarde desta segunda-feira, 07, e afirmou que a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) irá fortalecer sua presença na região dos países Bálticos. O grupo irá enviar 400 soldados à Lituânia, ex-república soviética e que tem fronteira com a Rússia. De acordo com o político, “se houver qualquer agressão a um país da Otan, os Estados Unidos e todos os nossos parceiros agirão para defender cada centímetro de território da Otan.” Lituânia, Letônia e Estônia também receberão caças F-35 e outros veículos militares da organização. O movimento visa ‘acalmar’ a região, que teme por uma invasão do Exército do Kremlin, após Vladimir Putin entrar em guerra com a Ucrânia.