EUA aplicarão novas sobretaxas de 25% à China a partir de 23 de agosto

  • Por Agência EFE
  • 07/08/2018 21h59
Agência EFEEsta segunda rodada de tarifas adicionais se soma aos encargos aplicados em 6 de julho a US$ 34 bilhões em importações chinesas

Os Estados Unidos vão aplicar uma nova rodada de sobretaxas – desta vez de 25% – a produtos procedentes da China avaliados, no total, em aproximadamente US$ 16 bilhões, e que entrará em vigor no próximo dia 23, informou nesta terça-feira (7) o Escritório do Representante de Comércio Exterior (USTR).

Esta segunda rodada de tarifas adicionais se soma aos encargos aplicados em 6 de julho a US$ 34 bilhões em importações chinesas.

O USTR argumentou que a medida “faz parte da resposta dos EUA às práticas comerciais desleais da China relacionadas com a transferência forçada de tecnologia e propriedade intelectual americanas”.

A sobretaxa será imposta a 279 linhas de produtos que incluem produtos vinculados à indústria química, petrolífera e de engenharia motriz, entre outros.

Esta é a segunda vez que os EUA impõem taxas a produtos chineses em cerca de um mês, apesar das queixas de empresas americanas de que tais movimentos aumentam seus custos de produção e, por fim, os preços ao consumidor.

Os EUA aplicaram 25% em tarifas a US$ 34 bilhões em produtos chineses no dia 6 de julho, o que provocou a resposta da China com taxas semelhantes a produtos americanos.

Além disso, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deu instruções ao USTR de avaliar a imposição de outra rodada tarifária – de 10% – sobre outros US$ 200 bilhões em importações chinesas, e está considerando aumentar a taxa para 25%.

Estes encargos podem entrar em vigor depois de 5 de setembro, quando termina o período de comentários públicos sobre a medida.

Além disso, Trump sugeriu que pode sobretaxar todas as importações de produtos chineses para reduzir o déficit comercial com Pequim, calculado em US$ 375 bilhões anuais.