EUA aumentam lista de cidadãos impedidos de entrar no país

  • Por Jovem Pan
  • 22/01/2020 12h09
EFERestrições devem aumentar no território norte-americano

Os Estados Unidos vão aumentar a restrição para evitar que cidadãos vindos de determinados países entrem no país. A informação foi confirmada pelo presidente Donald Trump durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos.

Embora Trump não tenha revelado quais países entrarão na lista, o jornal norte-americano Wall Street Journal especulou em matéria publicada nesta terça-feira que Bielorrússia, Nigéria, Eritreia, Quirguistão, Myanmar, Sudão e Tanzânia devem estar na mira do governo norte-americano.

As sanções atualmente atingem cidadãos vindos do Irã, Líbia, Somália, Síria, Iêmen e Coreia do Norte, além de políticos venezuelanos. O Chade também estava presente na lista, mas foi retirado em 2018.

O jornal lembra, porém, que os cidadãos não serão automaticamente proibidos de entrar em solo norte-americano, mas podem ter novas condições impostas, como o tipo de visto concedido.

* Com informações da Agência Brasil.