EUA oferece US$ 100 milhões para China e outros países combaterem coronavírus

  • Por Jovem Pan
  • 07/02/2020 18h28
EFE/Su YangDoença já causou mais de 630 mortes no gigante asiático

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, anunciou nesta sexta-feira (7) que o país ofereceu US$ 100 milhões para ajudar a China e outros países no combate a propagação do coronavírus, que já causou mais de 630 mortes no gigante asiático.

“Os EUA estão anunciando que estão dispostos a gastar US$ 100 milhões em assistência à China e outros países afetados, tanto diretamente, quanto através de organizações multilaterais, para conter e combater o coronavírus”, afirmou Pompeo, em comunicado.

O secretário disse também que, esta semana, o Departamento de Estado ajudou a transportar quase 17,8 toneladas de equipamentos médicos de suprimentos médicos, de máscaras a gaze para a China.

“Os EUA são e continuarão sendo o doador mais generoso do mundo. Nós encorajamos o resto do mundo a continuar nosso compromisso. Trabalhando juntos, podemos alcançar um impacto profundo para conter essa ameaça crescente”, declarou.

Este pacote de ajuda a Washington chega em um bom momento no relacionamento com Pequim, após os estragos da guerra comercial entre os dois países que iniciaram em 2018.

Mais cedo, o presidente norte-americano, Donald Trump, endossou no Twitter a liderança que, na sua opinião, mantém o mandatário chinês, Xi Jinping, na luta contra a epidemia gerada pelo coronavírus e disse que seu trabalho “será muito bem sucedido”.

* Com EFE