Forças curdas controlam último acampamento do Estado Islâmico na Síria

  • Por Jovem Pan
  • 19/03/2019 10h50
Agência EFEOficiais do exército da Síria após expulsar forças terroristas do Estado Islâmico em Al Badia de Palmira

As Forças da Síria Democrática (FSD), uma aliança armada liderada por curdos, anunciaram nesta terça-feira (19) que controlaram totalmente um acampamento dominado pelos jihadistas do grupo Estado Islâmico (EI) em Al Baguz — seu último reduto na Síria. Segundo o porta-voz da FSD, Mustafa Bali, isso não é um “anuncio de vitória, mas sim um progresso”.

De acordo com Bali, os confrontos entre ambas as partes continuam enquanto “o grupo dos terroristas do EI que estão confinados em uma área pequena seguem contra-atacando”. Nos últimos dias, os extremistas contra-atacaram e enviaram seus membros, incluindo mulheres, para atacar perto das posições controladas pelas FSD.

Bali informou ainda que as unidades de Forças Eseciais da FSD capturaram 157 terroristas experientes, sendo a grade maioria estrangeiros.

Al Baguz é a última cidade controlada pelo Estados Ilsâmico. A libertação do local dá fim ao califado proclamado pelo EI na Síria e no Iraque em junho de 2014 — embora os extremistas ainda estejam presentes no deserto sírio e em outras áreas no Iraque.

Desde janeiro, mais de 60 mil pessoas saíram de Al Baguz, a maioria civiis, além de milhares de combatentes que se entregaram. As FSD não sabem estimar o número de combatentes e civis que ainda permanecem dentro da cidade.

Aqueles militantes do EI que se renderam ou foram capturados são enviados a centros de detenção controlados pelas FSD em lugares desconhecidos, enquanto as mulheres e crianças são levadas ao acampamento de Al-Hawl, na província síria de Al-Hasakah, cuja população já passa de 67 mil pessoas, segundo a ONU.

*Com informações da Agência EFE