França prorroga estado de emergência sanitária até 10 de julho

  • Por Jovem Pan
  • 10/05/2020 08h41
EFE / EPA / MOHAMMED BADRA coronavirus-frança Atualmente, cerca de 2.812 pacientes ainda se encontram em unidades de terapia intensiva (UTIs) do país

A Assembleia Nacional da França estendeu, no sábado (9), o estado de emergência sanitária até 10 de julho. O país registra, até o momento, 176.782 casos confirmados da Covid-19 e, ao menos, 26 mil mortes.

Segundo informações das autoridades sanitárias, os serviços de terapia intensiva da França relatam uma queda nas novas internações, o que demonstra a tendência de queda na curva de contágio pela Covid-19.

Atualmente, cerca de 2.812 pacientes ainda se encontram em unidades de terapia intensiva (UTIs) do país, que já registrou mais de 26.310 óbitos por infecções causadas pelo novo coronavírus. Ao todo, há 22.614 pessoas internadas na França com a Covid-19.

As quatro regiões do noroeste do país, incluindo Paris, são as que sofrem o maior golpe, pois agrupam 75% dos casos de toda a França, enquanto a incidência hospitalar no restante do território é bastante baixa. EFE

Projeto de Lei

A decisão de prorrogar o estado de emergência sanitária na França foi tomada após acordo entre senadores e deputados. Inicialmente, as opiniões parlamentares divergiam sobre alguns pontos do projeto de Lei que permite a prorrogação do estado de emergência por mais dois meses.

Entre as questões essenciais debatidas pelas autoridades está o uso de tecnologias digitais para monitorar pacientes, vetado pelo Senado francês nesta semana, e que foi alterado. Em vez de um aplicativo, o acompanhamento será baseado em arquivos médicos que podem ser mantidos por apenas três meses.

O Projeto de Lei conta ainda contempla ainda circunstâncias e ferramentas disponíveis para os conselheiros quando se trata de implementar a reabertura e a possibilidade de quarentena pessoas que cheguem de outros países, mas haverá uma análise caso a caso.

*Com informações da EFE