Mourão vai à Colômbia representar Bolsonaro em reunião sobre a Venezuela

  • Por Jovem Pan
  • 21/02/2019 18h04
Ernesto Rodrigues/Estadão ConteúdoGeneral Mourão vai a Colombia para participar da reunião do Grupo de Lima

O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, irá representar o presidente Jair Bolsonaro em uma reunião na Colômbia sobre a situação na Venezuela.  A informação foi confirmada pelo próprio Mourão em sua conta no Twitter.

Mourão participará de uma reunião do Grupo de Lima, um conjunto formado por 14 países das Américas que já reconheceram Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela. Eles irão se reunir na segunda-feira, 25, em Bogotá.

Este anúncio acontece no mesmo dia em que o ditador Nicolás Maduro determinou o fechamento da fronteira da Venezuela com o Brasil.  Maduro também avalia fechar a fronteira com a Colômbia. “Quero que seja uma fronteira dinâmica e aberta, mas sem provocações”, disse. Ele ainda afirmou que qualquer caso de violência na região fronteiriça será de responsabilidade do presidente colombiano, Iván Duque.

Há duas semanas, Maduro impede que ajuda humanitária vinda dos Estados Unidos e de outros países entre na Venezuela por meio do vizinho, já que colocou o Exército no local para fazer a barreira. O argumento do ditador é que o envio de alimentos e remédios é apenas um pretexto para o governo norte-americano fazer uma interdição militar no país.

Nesta quinta-feira, Guaidó iniciou uma viagem de 800 quilômetros à fronteira da Colômbia, com o objetivo de pressionar para a entrada de ajuda humanitária.