Governo quer impedir entrada de aliados de Maduro no Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 07/03/2019 19h40
Agência EFEItamaraty preparou "lista negra" do chavismo

O governo brasileiro está analisando uma medida para impedir a entrada de aliados do ditador Nicolás Maduro no Brasil. O Ministério de Relações Exteriores preparou uma espécie de lista negra de cidadãos venezuelanos próximos ao regime. A informação é da Folha de S. Paulo.

Ainda não se sabe se o presidente vai sancionar a medida, que faz parte do cerco diplomático que o Brasil está preparando contra Maduro.
A lista foi montada com base em proibições adotadas por outros países contra a Venezuela.

Recentemente, a Colômbia proibiu a entrada em seu país de 200 colaboradores do chavismo, entre eles o próprio Maduro e o número dois do regime, Diosdado Cabello. Os Estados Unidos decidiram revogar o visto de 77 pessoas ligadas a Maduro. Os dois países reconhecem Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela.

Em Bogotá, na Colômbia, durante a reunião do Grupo de Lima, formado por 14 países que apoiam Guaidó, o vice-presidente dos EUA Mike Pence pediu que os países revoguem os vistos de pessoas ligadas ao chavismo.