Governo sírio ataca zona desmilitarizada e deixa 15 mortos

  • Por Jovem Pan
  • 07/04/2019 14h07
EFE/ StrSegundo ONG, ataques de artilharia pesada atingiram principalmente os povoados de Nirib, Saraqeb e Juin, situados ao leste e ao sudeste de Idlib

Ataques do governo sírio mataram 15 pessoas, entre elas uma criança, durante uma ofensiva contra o último reduto opositor no país, na zona desmilitarizada que rodeia a província de Idlib.  A informação é do Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Segundo a ONG, os ataques de artilharia pesada atingiram principalmente os povoados de Nirib, Saraqeb e Juin, situados ao leste e ao sudeste de Idlib. As informações também dão conta de que há mais de 30 feridos nos ataques, alguns deles em estado grave, o que pode ampliar o número de mortos.

Por outro lado, o Observatório disse que as facções armadas opositoras lançaram bombas contra posições das forças governamentais na zona de Tel Hoiz, situada no sul da província de Aleppo.

Localizada no norte da Síria, a região de idlib é controlada por vários grupos rebeldes, entre eles a Frente de Libertação do Levante (ex-filial síria da Al Qaeda). A zona foi designada como de desmilitarização para conter uma ofensiva do governo de Bashar al-Assad, acordo capitaneado por Turquia, aliada dos grupos opositores e Rússia, principal parceira do governo.

Com Agência EFE