Homem termina casamento de dez anos para viver com refugiada ucraniana que ele acolheu

Caso de amor aconteceu em duas semanas; Tony Garnett deixou esposa e duas filhas para morar com Sofiia Karkadym na casa dos pais

  • Por Jovem Pan
  • 23/05/2022 18h13
Reprodução/Facebook/@ronkeabebi homem traí esposa com refugiada ucraniana Do lado esquerdo, Tony Garnett e Sofiia Karkadym; do lado dirieto o britânico com a ex-esposa, Lorna

O britânico Tony Garnett, 29 anos, terminou seu casamento de 10 anos para viver com uma refugiada ucraniana que ele e a esposa abrigaram em casa depois que ela deixou a Ucrânia em decorrência do conflito com a Rússia que já chega ao seu terceiro mês. Segundo o tabloide inglês The Sun, Garnett se apaixonou por Sofiia Karkadym, 22, e deixou sua casa e as duas filhas para viver um novo romance. Em entrevista ao jornal, eles revelaram que desde que se viram pela primeira vez se sentiram atraídos e, dias depois, o britânico decidiu que passaria o resto de sua vida com a ucraniana. Lorna, a ex-mulher de Garnett, relatou que “ela estava de olho em Tony desde o início, decidiu o que queria e o levou”. A esposa, que ficou sensibilizada com o que estava acontecendo na Ucrânia e decidiu acolher Sofiia, acrescenta que foi dessa forma que a jovem a “pagou por ter dado um lar para ela”. Todo esse episódio aconteceu em duas semanas. “Ela não se importou com a devastação que deixou para trás”, desabafou Lorna.

A imprensa britânica conversou com Tony e ouviu sua versão. Segundo ele, todos em sua casa tinham acordado em abrigar Sofiia, e logo de imediato ficaram encantados com ela quando chegou em sua casa, até mesmo suas filhas de três e seis anos que logo fizeram amizade com a ucraniana. Fluente em eslovaco, ele e a jovem começaram a conversar com frequência e acabaram desenvolvendo uma conexão. “Estávamos nos dando bem, mas naquela época não era mais que isso”. Mas, com o passar dos dias eles começaram a realizar mais tarefas juntas, como ir aos treinos de academia, o que aumento o convívio dos dois.

A aproximação não aconteceu só fora como em casa. “Percebi que estávamos encontrando desculpas para nos tocar, houve muito flerte, mas nada mais do que isso aconteceu naquela fase”, declarou. Com o aumento da proximidade, o clima em casa começou a ficar ruim e o caso dos dois veio à tona quando Lorna confrontou a refugiada em busca da verdade. Após uma briga entre a ex e a atual, Tony decidiu sair de casa junto com Sofiia. Hoje, eles moram com os pais dele e buscam um imóvel para alugar. Apesar do desfecho da história, o britânico diz se sentir mal pelo que aconteceu. “Sinto muito pelo que Lorna está passando, não foi culpa dela e não foi por nada que ela fez de errado. Nós nunca planejamos fazer isso e não queríamos machucar ninguém”.