Hong Kong registra segunda morte pelo novo coronavírus

  • Por Jovem Pan
  • 19/02/2020 11h52
EFE/EPA/FACUNDO ARRIZABALAGAO novo coronavírus, que apareceu no final de 2019 em Wuhan, capital da província chinesa de Hubei, causou até agora 2004 mortes na China continental

Um homem de 70 anos infectado com o novo coronavírus morreu nesta quarta-feira (19) em Hong Kong, anunciou a emissora pública RTHK. De acordo com fonte do hospital Princesa Margarida, o homem era o 55º caso confirmado da doença na região administrativa especial do país.

Responsáveis pelos serviços de Saúde tinham indicado anteriormente que o homem tinha problemas de saúde e vivia sozinho em Kwai Chung, na zona dos Novos Territórios, no norte da região.

O homem foi hospitalizado há uma semana, após uma queda sofrida em casa. Ao chegar ao hospital, disse aos médicos ter sentido falta de ar e que tinha tosse desde 2 de fevereiro. No dia 22 de janeiro, o paciente fez uma visita à China.

Primeira morte

A primeira morte pela doença em Hong Kong ocorreu em 4 de fevereiro. A paciente era diabética e tinha estado no mês anterior em Wuhan, cidade chinesa centro do surto do coronavírus.

O novo coronavírus, que apareceu no final de 2019 em Wuhan, capital da província chinesa de Hubei, causou até agora 2004 mortes na China continental e mais de 74 mil infectados em todo o mundo.

Fora da China, foram registrados dois mortos em Hong Kong, um nas Filipinas, um no Japão, um na França e um em Taiwan.

*Com informações da Agência Brasil