Huawei terá lucro US$ 30 bilhões menor neste ano após veto dos EUA

No começo do ano, a previsão da empresa era atingir US$ 125 bilhões em receita em 2019

  • Por Jovem Pan
  • 17/06/2019 08h18
Agência EFEA empresa chinesa Huawei espera que, a partir de 2020, a empresa poderá voltar a entrar 'em rota de crescimento'

A Huawei informou nesta segunda-feira (17) que a receita da empresa será US$ 30 bilhões menor do que a esperada, após o veto dos Estados Unidos a seus produtos. No começo do ano, o fundador e executivo-chefe da Huawei, Ren Zhengfei, tinha explicado em entrevista que a previsão da empresa era atingir US$ 125 bilhões em receita em 2019.

Segundo ele, o faturamento derivado de vendas cairá US$ 100 bilhões este ano e no ano que vem, o que vai representar uma redução de cerca de 10% em relação aos dados de 2018. Em reunião nesta segunda, no entanto, ele afirmou que a partir de 2020, a empresa poderá voltar a entrar “em rota de crescimento”.

Para o fundador da empresa chinesa, os “revezes” enfrentados pela Huawei “não foram provocados por empresas americanas”, mas por “políticos”. A fala se refere ao governo do republicano Donald Trump, que afirma que a empresa chinesa é um perigo para sua segurança nacional.

“O governo dos Estados Unidos está decidido a tomar medidas extremas contra a Huawei, mas estas medidas restritivas não nos deterão”, afirmou Ren. Ele se mostrou otimista em relação à cooperação futura com empresas americanas, embora Washington tenha proibido esse contato recentemente.

“Nos últimos 30 anos, o desenvolvimento da Huawei recebeu apoio de empresas de todo o mundo. No passado, quando ainda não éramos tão fortes, estávamos decididos a trabalhar junto com empresas americanas. No futuro estaremos ainda mais decididos a trabalhar com empresas americanas”, declarou ele.

*Com informações da Agência EFE