Itália tem número mais baixo de mortes por Covid-19 em oito semanas

Amanhã, país inicia a chamada fase 2, com a reabertura lenta e gradual de atividades econômicas não essenciais

  • Por Jovem Pan
  • 03/05/2020 14h30 - Atualizado em 03/05/2020 14h31
EFE/EPA/Riccardo AntimianiAtualmente, há 100.179 pessoas infectadas, o que representa uma redução de 525, com relação ao boletim de ontem

A Itália teve 174 mortes a mais por Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus, segundo balanço apresentado neste domingo (3) pela agência de Defesa Civil. Este é o número mais baixo registrado em oito semanas e que eleva o total para 28.884.

De acordo com os dados oficiais divulgados hoje, a curva de contágio também segue em trajetória descendente, diante da inclusão de 1.389 casos, o que faz com que o país tenha 210.717 no cômputo geral, desde o início da pandemia.

Atualmente, há 100.179 pessoas infectadas, o que representa uma redução de 525, com relação ao boletim de ontem. Deste grupo, 81% está em isolamento domiciliar, cerca de 17 mil estão hospitalizadas, o que indica redução na comparação com a véspera, sendo que 1,5 mil ocupam leitos de terapia intensiva.

Além disso, 81.654 pessoas estão curadas da Covid-19.

A Lombardia segue sendo a região mais afetada, com 77 mil casos e 14,2 mil mortes. O número de óbitos da zona, no entanto, foi de apenas 42 de ontem para hoje.

Quatro regiões do país, Basilicata, Calabria, Umbria e Sardenha, por sua vez, não registraram falecimentos nas últimas 24 horas.

Amanhã, a Itália inicia a chamada fase 2 de medidas contra a propagação da Covid-19, com a reabertura lenta e gradual de atividades econômicas consideradas não essenciais, além do relaxamento de algumas restrições de movimento.

* Com EFE