Japão elege primeira transgênero como legisladora

  • Por Jovem Pan
  • 09/04/2019 11h49
DivulgaçãoAyako Fuchigami foi a primeira transgênero eleita como legisladora no Japão

O Japão elegeu no último domingo a primeira transgênero para a Assembleia Provincial. Ayako Fuchigami concorreu pelo Partido Constitucional Democrático de Japão (PCDJ) e obteve uma cadeira na assembleia em um distrito eleitoral do leste da cidade de Sapporo, na ilha de Hokkaido, província mais ao norte do arquipélago japonês.

“Quero retribuir o favor aos que me apoiaram trabalhando duro para criar uma sociedade na qual os LGBT possam ser ativos”, disse Fuchigami após conhecer os resultados eleitorais, de acordo com as declarações divulgadas nesta terça-feira (9) pelo jornal japonês “Mainichi”.

Fuchigami decidiu entrar para a política depois que um companheiro cometeu suicídio. Seu objetivo é mudar a atitude da sociedade japonesa em relação à população LGBT.

Em sua campanha, Fuchigami disse que vai lutar para o reconhecimento legal dos casais do mesmo sexo, algo que não contemplado pela atual legislação japonesa, assim como para a criação de um marco legislativo para melhorar a integração dos LGBT na educação.

De acordo com o relato divulgado pelo jornal japonês, Fuchigami tinha consciência de sua orientação sexual desde a escola primária, mas só a assumiu quando chegou à idade adulta. A situação começou a mudar um ano depois que ela deixou o ministério da Agricultura, onde realizou uma série de pesquisas sobre variedade de arroz, e estreou como dançarina em um clube popular de Sapporo. Posteriormente mudou oficialmente seu nome para Ayako.

*Com informações da Agência EFE