Japão ordena que 200 mil pessoas saiam de casa por causa do tufão Trami

  • Por Jovem Pan
  • 30/09/2018 11h02
Agência EFEAo menos cinquenta pessoas ficaram feridas com a chegada do tufão Trami, no Japão

O governo japonês ordenou que mais de 200 mil pessoas deixem suas casas por causa do forte tufão Trami. A tempestade pode chegar nas principais ilhas do arquipélago japonês neste domingo.

Segundo a agência estatal do Japão, NHK, os fortes ventos deixaram 40 pessoas feridas na província de Okinawa — a maioria com cortes nos rostos e nas pernas causados por estilhaços de vidros. Em Kagoshima, foram onze.

Na província de Yamaguchi, a companhia ferroviária JR Oeste suspendeu os serviços de trem entre as estações Yanai e Kudamatsu da linha Sanyo após deslizamentos de terra cobrirem seus trilhos.

Cerca de mil voos foram cancelados por causa do Trami. Ontem, o número tinha sido um pouco menor: 400. Um dos maiores aeroportos do país, o Aeroporto Internacional de Kansai, na província de Osaka, fechou duas pistas na manhã de domingo e só deve reabri-las nesta segunda-feira.

O Japão se prepara desde sexta-feira (28) para a chegada do Trami no sul do país. Colocado na categoria de “muito” forte, o tufão tem rajadas de vento de até 216 quilômetros por hora (km/h), segundo a Agência Meteorológica local (JMA, sigla em inglês).