Jovens condenados por protestos de 2021 em Cuba são soltos

Manifestações contra o governo cubano em julho do ano passado deixaram um morto, dezenas de feridos e 1.395 detidos

  • Por Jovem Pan
  • 15/05/2022 07h22
REUTERS/Alexandre Meneghini pessoas protestando nas ruas de cuba Cubanos protestaram contra o governo em julho do ano passado

Quatro jovens  que haviam sido condenados em Cuba por participação nos protestos de 11 de julho de 2021 foram soltos da prisão de forma independente. A informação foi confirmada por membros da oposição neste sábado, 14. Marcos Alfonso Breto, de 19 anos, Yensy Machado González, 18, Frank Daniel Roy, 19, Emiyoslan Roman Rodríguez, 18, deixaram a prisão após um pedido da defesa para que as sentenças fossem anuladas. Um deles segue em prisão domiciliar e os outros fazem trabalhos voluntários, segundo a ativista Martha Beatriz Roque, da ONG Cubalex. Nos dias 11 e 12 de julho do ano passado, ocorreram as maiores manifestações contra o governo de Cuba em 60 anos, quando milhares saíram às ruas em dezenas de vilas e cidades da ilha. Os protestos deixaram um morto, dezenas de feridos e 1.395 detidos, dos quais 728 ainda estão presos, segundo o último levantamento da Cubalex.

*Com informações da AFP