Justiça argentina confirma primeiro julgamento de Cristina Kirchner

  • Por Jovem Pan
  • 17/05/2019 17h34 - Atualizado em 17/05/2019 18h08
EFEEla é investigada por irregularidades em obras públicas

A Corte Suprema de Justiça da Argentina confirmou que o primeiro julgamento oral da ex-presidente Cristina Kirchner será na próxima terça-feira (21). Ela é investigada por irregularidades em obras públicas que teriam favorecido o empresário Lázaro Báez; o ex-ministro do Planejamento Julio De Vido e o ex-secretário de Obras Públicas José López, todos presos por outros crimes.

O julgamento estava marcado inicialmente para o dia 26 de fevereiro, mas foi adiado por problemas de saúde de um dos juízes do caso, que morreu em março. Na última terça-feira (14), a Corte pediu o processo para revisá-lo e, então, surgiram dúvidas sobre um possível novo adiamento. No entanto, confirmou-se que a audiência está mantida.

“O pedido para revisão dos autos por esta Corte não suspende o juízo oral em trâmite, e não houve decisão alguma do Tribunal Oral nesse sentido. A medida é apenas para examinar a causa que, uma vez extraídas e certificadas as cópias pertinentes, será devolvida a este Tribunal, em tempo oportuno”, disse documento expedido pela Corte.

Tudo isso ocorre em meio a corrida eleitoral da ex-presidente com o atual e seu opositor Mauricio Macri. Kirchner vem aparecendo nas pesquisas com uma pequena vantagem em relação à ele.

Ela é acusada em mais de dez ações, cinco delas com pedidos de prisão, que não podem ser executados devido ao foro privilegiado por ser senadora. Em setembro, Kirchner e os filhos serão ouvidos em outro processo, por lavagem de dinheiro.

* Com informações da Agência Brasil