Em Londres, recém-nascido testa positivo para novo coronavírus

  • Por Jovem Pan
  • 14/03/2020 13h53
EFE/EPA/ALEX PLAVEVSKINa China, outro recém-nascido foi diagnosticado com o novo coronavírus. Ao todo, mais de 134 mil pessoas já foram infectados pela doença

Um recém-nascido foi diagnosticado com o novo coronavírus em Londres, na Inglaterra. O caso foi revelado neste sábado (14), pelo tablóide britânico The Sun.

O bebê foi testado logo após o parto, por conta da suspeita, confirmada posteriormente, de que sua mãe estaria contaminada pelo vírus.

A mãe da criança foi internada há alguns dias antes com suspeita de pneumonia no hospital universitário North Middlesex, ao norte de Londres. Ainda não se sabe se o bebê foi infectado durante o parto ou ainda no útero da mãe.

A criança foi mantida no hospital onde nasceu, enquanto a mãe foi transferida para outra unidade especializada em infecções.

Em fevereiro, outro recém-nascido foi diagnosticado com Covid-19, 30 horas após o parto. O caso aconteceu em Wuhan, na China. A mãe havia sido testada positiva para a doença antes do parto.

Precauções

Ainda assim, o Royal College of Obstetricians & Gynaecologists indica que recém-nascidos não devem ser separados de suas mães e podem ser amamentados normalmente, mesmo em caso de contaminação pelo coronavírus. Segundo a entidade, não há evidências sobre como o vírus é transmitido para o bebê. Também é pouco provável que o coronavírus cause algum problema no desenvolvimento da criança no útero.

Além disso, grávidas não correm mais riscos com uma eventual contaminação. A indicação é que grávidas com suspeita de coronavírus procurem um hospital se apresentarem febre alta e dificuldade para respirar. Com sintomas leves, o melhor é procurar o ginecologista, intensificar hidratação e evitar sair de casa.

*Com informações do Estadão Conteúdo.