Mais de 140 pessoas são detidas por compra de passagens com cartões roubados

  • Por Agência EFE
  • 26/06/2018 11h38
Paulo Pinto/Fotos Públicas As detenções foram realizadas entre 18 e 22 de junho no marco da 11ª edição dos Dias de Ação do Aeroporto Global

Um total de 141 suspeitos de comprar passagens de avião adquiridas através de cartões de créditos roubados foram detidos em uma operação realizada em 226 aeroportos de todo o mundo na semana passada, informou nesta terça-feira a Europol em comunicado.

As detenções foram realizadas entre 18 e 22 de junho no marco da 11ª edição dos Dias de Ação do Aeroporto Global, na qual participaram 69 companhias aéreas e seis agências “online”.

Várias entidades financeiras confirmaram 334 transações suscetíveis de serem fraudulentas e alertaram às companhias aéreas envolvidas e, posteriormente, a Associação Internacional de Transporte Aéreo notificou aos aeroportos que os agentes esperariam os suspeitos para detê-los.

A operação, coordenada pela Europol e na qual também participou a Interpol, Eurojust e Frontex, contou com a colaboração de Estados europeus e o apoio das autoridades policiais canadenses e americanas.

“A fraude de companhias aéreas não só é muito lucrativa para os golpistas, mas também aumenta o risco de delinquentes sérios e terroristas viajarem ao redor do mundo de forma anônima, potencialmente pondo em perigo outras pessoas”, disse no comunicado a diretora-executiva da Europol, Catherine De Bolle.

A Associação Internacional de Transporte Aéreo estima que a indústria aérea perde mais de US$ 1 bilhão ao ano pela compra fraudulenta de passagens de avião.