Atirador da Nova Zelândia cita Brasil em manifesto: “diversidade é fraqueza”

  • Por Jovem Pan
  • 15/03/2019 17h17 - Atualizado em 15/03/2019 18h14
EFE"Brasil está completamente fraturado como nação", diz o documento

Brenton Tarrant, australiano autor dos ataques que deixaram 49 mortos e 58 feridos em duas mesquitas na Nova Zelândia, deixou um manifesto de 73 páginas que havia publicado em sua conta no Twitter. No documento intitulado de “The Great Replacement” (a grande substituição), o atirador cita o Brasil.

No texto, Terrant escreve que os países diversos ao redor do mundo são locais de “conflito social, político, religioso e ético”. A citação está em um capítulo intitulado “Diversidade é Fraqueza”.

“O Brasil, com toda a sua diversidade racial, está completamente fraturado como nação, onde as pessoas não se dão umas com as outras e se separam e se segregam sempre que possível.”

No documento, o autor diz ser um nacionalista branco, contra a diversidade racial, e se inspirou, entre outros, no atirador da Noruega Anders Breivik, que cometeu o ataque que deixou 77 mortos em Oslo, em 2012.