Merkel chega a acordo sobre imigração com CSU e garante sobrevivência política

  • Por Estadão Conteúdo
  • 02/07/2018 18h45 - Atualizado em 02/07/2018 18h46
EFE/SERGEI CHIRIKOVChanceler da Alemanha, Angela Merkel, afirma que o acordo com a CSU foi feito em iguais bases com o acertado na semana passada entre líderes da União Europeia

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, e o ministro do Interior, Horst Seehofer, chegaram a um acordo na noite desta segunda-feira sobre a questão imigratória.

Na prática, o acerto garante a sobrevivência de Merkel no cargo, uma vez que Seehofer lidera a União Social-Cristã (CSU, na sigla em alemão), um dos membros da coalizão liderada por Merkel desde 2005.

O acordo não apenas prevê a permanência da CSU no governo como a própria manutenção de Seehofer no cargo, que estava ameaçada após um pedido de demissão no domingo.

De acordo com Seehofer, o acordo prevê a “prevenção da imigração ilegal na fronteira entre a Alemanha e a Áustria”.

Segundo Merkel, o acordo com a CSU foi feito em iguais bases com o acertado na semana passada entre líderes da União Europeia. O bloco decidiu ampliar a ajuda aos países costeiros, em especial a Itália, a distribuírem parte dos imigrantes resgatados no Mediterrâneo.