Merkel volta a defender fundo franco-alemão para vencer crise do coronavírus

Em discurso no Parlamento Europeu, chanceler alemã ressaltou a importância da unidade europeia para vencer as implicações econômicas causadas pela pandemia

  • Por Jovem Pan
  • 08/07/2020 12h31
Andreas Gora/EFEChanceler alemã discursou ao Parlamento Europeu na manhã desta quarta-feira

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, voltou a defender, nesta quarta-feira, a unidade europeia e o fundo franco-alemão como ferramentas para vencer a crise do novo coronavírus. Em discurso no Parlamento Europeu, Merkel ressaltou que o bloco precisa fortalecer suas instituições como forma de estimular o investimento e amortecer os impactos econômicos do covid-19. “É com espírito de comunidade e solidariedade que vamos vencer”, disse a chanceler.

Em maio deste ano, a chefe do governo alemão propôs, em parceria com o presidente da França, Emmanuel Macron, a criação de um fundo europeu de 500 bilhões de euros (3,1 trilhões de reais), que seria destinado aos países da União Europeia mais afetados pela pandemia da coronavírus. “Nesta crise, é essencial que a família europeia se reúna. Como o vírus não entende fronteiras, nossa resposta como União Europeia não pode parar nas fronteiras nacionais”, argumentou Merkel em outra ocasião.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, assistiu ao pronunciamento de Angela Merkel nesta quarta-feira. As duas líderes devem discutir ainda hoje a criação o fundo franco-alemão de estímulo à economia, que ainda não foi aprovado devido a resistência de alguns países-membros da União Europeia.

*com Estadão Conteúdo