Morre a ex-secretária de Estado dos EUA, Madeleine Albright, primeira mulher a chefiar diplomacia do país

Diplomata ocupou o cargo durante o governo Bill Clinton; ela faleceu de câncer aos 84 anos

  • Por Jovem Pan
  • 23/03/2022 20h49
EFE / EPA / MICHAEL REYNOLDS Madeleine Albright: mulher idosa loura com mão encostada no rosto Madeleine Albright chefiou diplomacia dos Estados Unidos entre 1997 e 2000

Madeleine Albright, a primeira mulher secretária de Estado dos Estados Unidos, morreu de câncer aos 84 anos, anunciou sua família em um comunicado nesta quarta, 23. Chefe da diplomacia norte-americana entre 1997 e 2001, durante o mandato do presidente democrata Bill Clinton, Madeleine Albright, “incansável defensora da democracia e dos direitos humanos”, morreu de câncer “cercada por familiares e amigos”, afirma a nota. A influência mundial de Albright chegou a ser tão grande que foi comparada com Margaret Thatcher, primeira-ministra britânica na década de 1980.

Madeleine Albright nasceu em 15 de maio de 1937 em Praga, no berço de uma família judaica. Quando tinha 11 anos, sua família emigrou para os Estados Unidos, onde seus estudos lhe permitiram alcançar os mais altos escalões do poder. Pouco antes de assumir o comando da diplomacia americana, ocupou o cargo de embaixadora dos Estados Unidos na ONU (1993-1997), onde deixou sua marca, particularmente durante a ofensiva americana em Kosovo em 1995, quando os Estados Unidos bombardearam cidades sérvias para impedir o avanço sobre a região que buscava independência. O porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price, descreveu sua morte como “devastadora”. “Ela foi uma pioneira”, disse. “Como a primeira mulher secretária de Estado, literalmente abriu as portas para grande parte da nossa profissão”.

*Com informações da AFP