Morre Linda Tripp, testemunha no caso de impeachment de Bill Clinton

  • Por Jovem Pan
  • 08/04/2020 18h33
ReproduçãoLinda Tripp era amiga de Monica Lewinsky

Linda Tripp, ex-funcionária do Pentágono e testemunha chave no caso de impeachment motivado pelo escândalo sexual envolvendo o ex-presidente dos EUA, Bill Clinton, e a então estagiária da Casa Branca, Monica Lewinsky, morreu nesta quarta-feira em decorrência de um câncer.

Linda tinha 70 anos, e estava com um tumor no pâncreas, descoberto há poucos dias. Ela estava ao lado do marido, Dieter Rausch, e da filha, Allison Folley. A publicação afirma que não haverá funeral por conta da pandemia do coronavírus. Mais cedo, Alisson postou em suas redes sociais que sua mãe estava “deixando esta Terra”.

Relembre o caso

Em 1998, foi Linda quem entregou as evidências do caso extra conjugal do então presidente Clinton com a estagiaria Monica Lewinsky, sua amiga à época, ao então juiz Ken Starr. Entre as provas, estavam gravações feitas sem a permissão de Lewinsky, onde as duas discutiam o caso com o presidente.

Foi a funcionária pública também quem contou ao magistrado sobre o vestido azul da estagiária. A peça continha manchas de sêmen, identificadas por DNA como de Clinton, que confirmaram a relação extra-conjugal do político, contrariando seus depoimentos.