Morre turista asiático atacado por hipopótamo no Quênia

  • Por Agência EFE
  • 13/08/2018 07h24
PixabaySegundo testemunhas que falaram ao jornal queniano "The Star", a vítima tinha se aproximado demais do hipopótamo enquanto fazia fotos e o animal se voltou contra ele

Um turista asiático morreu neste fim de semana no Quênia após ter sido atacado por um hipopótamo enquanto fazia fotos na margem do lago Naivasha, informou nesta segunda-feira (13) a imprensa local.

A vítima, Chang Ming Chuang, tinha 66 anos e morreu no domingo em um hospital da região em consequência dos ferimentos.

O Serviço de Fauna do Quênia (KWS, na sigla em inglês) confirmou inicialmente que o turista era de nacionalidade chinesa, mas informações posteriores apontam que era um cidadão taiuanês.

O ataque do hipopótamo aconteceu na tarde do sábado e tinha deixado também levemente ferido um colega da vítima, Wu Peng Te, de 62 anos.

“Estamos rastreando o hipopótamo”, afirmou a KWS na sua conta do Twitter após confirmar a morte.

Segundo testemunhas que falaram ao jornal queniano “The Star”, a vítima tinha se aproximado demais do hipopótamo enquanto fazia fotos e o animal se voltou contra ele.

O lago Naivasha fica na região sudoeste do Quênia e conta com uma grande população de hipopótamos e aves.