Mundo ultrapassa marca de 68 milhões de casos de Covid-19

Números divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram que total de mortes registradas desde o começo da pandemia é de 1.55 milhão

  • Por Jovem Pan
  • 10/12/2020 17h18 - Atualizado em 10/12/2020 17h23
EFE/EPA/JUSTIN LANEOs Estados Unidos têm mais de 15 milhões de casos da doença, sendo o país mais afetado pela pandemia.

Em meio à segunda onda da pandemia de Covid-19, o mundo ultrapassou a marca de 68 milhões de casos da doença. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), foram registrados aproximadamente 400 mil novos casos da doença nas últimas 24 horas, elevando o total de contaminados para 68, 16 milhões. No mesmo período, foram registradas 6.171 mortes causadas pela doença, elevando o total de vítimas fatais para 1,55 milhão. A América segue sendo a região mais afetada, com 29,1 milhões de casos e 760 mil mortes, sendo seguida pela Europa, com 20,8 milhões de infectados e 462 mil óbitos. Analisando os países individualmente, os Estados Unidos são a nação mais atingida, com 15,4 milhões de casos, sendo seguidos pela Índia, com 9,7 milhões de infectados, e pelo Brasil, com 6,7 milhões de contaminações desde o início da pandemia de Covid-19. Completam o topo do ranking a Rússia, com 2,5 milhões, e a França, com 2,2 milhões.

A marca é superada no momento em que diversos países do mundo anunciam previsões para o início da vacinação contra a doença. Entre eles, está o Brasil e, mais especificamente, o estado de São Paulo, que anunciou o plano de vacinação com início em 25 de janeiro de 2021. O Reino Unido, por sua vez, já iniciou a vacinação de idosos e profissionais da saúde, enquanto que os Estados Unidos aguardam a aprovação da agência reguladora para iniciar a distribuição e aplicação da vacina desenvolvida pela Pfizer em parceria com a BioNTech.

*Com informações da EFE