Na ONU, Trump parabeniza presidente da Colômbia por eleição e pede combate às drogas

  • Por Jovem Pan
  • 24/09/2018 12h47
EFEEm setembro, Trump ameaçou incluir a Colômbia em uma lista negra dos países que descumpriram seus compromissos internacionais contra o narcotráfico

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, parabenizou o mandatário da Colômbia, Iván Duque, pela “impressionante vitória” nas eleições de seu país e afirmou que espera trabalhos conjuntos para o combate à produção de cocaína.

As afirmações foram feitas durante reunião sobre drogas com líderes na sede da ONU, em Nova York, onde também ocorre nesta segunda a Assembleia Geral do órgão.

“Nós, nos Estados Unidos, estamos fazendo ações agressivas para deixar nossas fronteiras seguras, apoiar as forças de segurança, financiar o combate aos opiáceos, promovendo tratamento e recuperação”, ressaltou Trump diante de governantes de 130 países. “Muitos países aqui hoje também estão tomando ações valentes. O recém-eleito Duque, da Colômbia, fez campanha em uma plataforma contra as drogas e teve uma vitória impressionante. Parabéns. Queremos colaborar com este novo governo colombiano para erradicar a produção de coca em seu país”, acrescentou Trump.

A reunião intitulada “Convocação global à ação sobre o problema mundial das drogas” foi impulsionada pelos Estados Unidos e presidida por 31 países, entre eles a Colômbia.

Duque foi eleito presidente colombiano para um mandato até 2022 com um discurso de firmeza contra a produção de drogas e a promessa de “modificar” aspectos do acordo de paz com as Farc.

As relações entre EUA e Colômbia viveram momentos de tensão após a assinatura em 2016 do acordo de paz com a guerrilha das Farc, já que Washington considera que o governo do ex-presidente colombiano Juan Manuel Santos foi descuidado na luta contra o narcotráfico durante as negociações.

Em setembro, Trump ameaçou incluir a Colômbia em uma lista negra dos países que descumpriram seus compromissos internacionais contra o narcotráfico.

*Com Agência EFE