Negociações entre Rússia e Ucrânia avançam em meio a novos ataques

Kremlin disse estar negociando possível ‘status neutro’ para país comandado por Zelensky; modelo é inspirado no adotado por Áustria e Suécia

  • Por Jovem Pan
  • 16/03/2022 09h13
ARIS MESSINIS / AFP bombardeio em kiev

Depois de quase três semanas de guerra, os governos da Rússia e da Ucrânia estão avançando nas negociações. As informações foram divulgadas por agências internacionais de notícias nesta quarta-feira, 16. O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, reconheceu que as tratativas estão avançando, mas afirmou que precisam de mais tempo para garantir que os interesses da Ucrânia sejam respeitados. “Com certeza há espaço para compromissos, mas ainda precisamos de tempo para que as decisões sejam no interesse da Ucrânia”, disse Zelensky. Por sua vez, Dmitri Peskov, porta-voz do presidente Vladimir Putin, disse que um entendimento para que a Ucrânia assuma um “status neutro” é possível. “Essa é uma opção que está sendo discutida agora e que pode ser considerada um compromisso”, disse Peskov. O modelo se assemelha ao adotado por Áustria e Suécia, que não pertencem à Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), mas estão alinhadas com o Ocidente no campo geopolítico.