Netanyahu promete anexar parte da Cisjordânia a Israel se for eleito

  • Por Jovem Pan
  • 10/09/2019 16h02
EFEO premiê israelense, Binyamin Netanyahu

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, prometeu nesta terça-feira (10) anexar o Vale do Jordão, região da Cisjordânia, se for reeleito no pleito da próxima semana.

“Um lugar que se pode aplicar a soberania imediatamente depois das eleições é o Vale do Jordão”, afirmou o candidato, durante entrevista coletiva organizada pelo partido Likud.

Netanyahu afirmou ainda que o plano de paz com a Palestina, que vem sendo preparado junto com os Estados Unidos, será apresentado depois das eleições e pediu apoio da população para que ele lidere as negociações. Entre os pontos que Israel busca é a anexação de assentamentos judaicos na Cisjordânia anexada.

Netanyahu se referiu ao chamado Acordo do Século, costurado com o presidente americano Donald Trump, como “uma oportunidade histórica”. “Por respeito Trump e por uma grande fé na nossa amizade, esperarei a aplicação da soberania, até a apresentação do plano político do presidente”, explicou.

O primeiro ministro da Palestina, Mohammed Shtayeh, respondeu e acusou Netanyahu de atacar o processo de paz na região e garantiu que, apesar da promessa resultar em votos no curto prazo, causará prejuízos para Israel no futuro.

*Com EFE