No Marrocos, Papa diz que barreiras físicas não resolvem questões de imigração

  • Por Jovem Pan
  • 30/03/2019 15h12
EFEPapa Francisco se encontrou com o rei Mohamed VI durante visita ao Marrocos neste sábado (30)

O Papa Francisco elogiou o Marrocos como um modelo religioso e de boas-vindas a imigrantes durante sua viagem ao país, alertando que barreiras físicas, como muros, e o medo não impedem as pessoas de exercerem seu legítimo direito de buscar uma vida melhor em outro lugar.

Em encontro com o rei Mohamed VI, Francisco disse que esperava que o Marrocos continuasse sendo um modelo de humanidade, de acolhimento e proteção aos imigrantes.

“A questão da migração nunca será resolvida aumentando as barreiras, fomentando medo dos outros ou negar assistência àqueles que legitimamente aspiram a uma vida melhor para si e para suas famílias”, disse Francisco.

Segundo o papa, “a grave crise de imigração atualmente representa uma convocação urgente para ações concretas destinadas a eliminar as causas que obrigam muitas pessoas a deixar seu país e família, muitas vezes apenas para se encontrarem marginalizados e rejeitados”, declarou.

*Com Estadão Conteúdo