Em Nova York, dois gatos testam positivo para coronavírus

É a primeira vez que o vírus é detectado em animais de estimação nos Estados Unidos. Um terceiro gato, que vive com um dos animais de estimação infectado, não contraiu a doença

  • Por Jovem Pan
  • 22/04/2020 16h27 - Atualizado em 22/04/2020 16h32
EUA: Dois gatos testaram positivo para coronavírus

Dois gatos foram infectados pelo novo coronavírus em Nova York, disseram as autoridades de Saúde locais nesta quarta-feira (22). Ambos apresentaram sintomas respiratórios leves e aguardam a recuperação.

“Estes são os primeiros animais de estimação nos Estados Unidos a testarem positivo para Covid-19”, disse o Departamento de Agricultura dos EUA em comunicado conjunto com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA.

Os órgãos enfatizaram que não há evidências de que animais de estimação possam ter disseminado o vírus. “Não há justificativa para tomada de medidas contra animais domésticos que possam comprometer seu bem-estar”, disseram.

Segundo a CNN, o primeiro gato foi testado após apresentar sintomas respiratórios leves, no entanto, nenhum humano da casa em que o animal vive foi confirmado como positivo para coronavírus. De acordo com as autoridades norte-americanas, é possível que o gato tenha sido infectado por alguém de fora da casa.

O segundo caso confirmado aconteceu após o animal apresentar sintomas. Antes, seu dono também testou positivo para Covid-19. Um segundo gato que vive na mesma casa não contraiu a doença.

As autoridades, que ainda buscam entender melhor a doença em animais, recomendam que se evite contato com animais de estimação de outras pessoas, mantenha seus animais dentro de casa e faça passeios com cachorros presos em coleiras – respeitando a distância entre outros animais e pessoas.